HISTÓRIA

Wilson Pereira Martinez nasceu em São Paulo, Capital, no dia 07/07/1955, é casado, pai de dois filhos. A carreira profissional começou como industrial, na fabricação de saunas residenciais, colchões vibratórios e equipamentos de massagens. Desde 1973 trabalhava expondo os produtos que fabricava em feiras nacionais e internacionais. A presença constante em eventos e o espírito empreendedor que sempre teve foram suficientes para, em 1983, ser convidado a fixar residência em Balneário Camboriú, Santa Catarina, para administrar uma feira de verão, empreendimento que se transformou no shopping permanente até os dias atuais.

Foi em Camboriú que conheceu a esposa Jucélia Rocha, hoje o braço direito em todos os negócios que empreende. Junto com ela, em 1992, fundou a empresa promotora de eventos que em 1995 realizou a primeira edição da Multifeira Brasil Mostra Brasil em João Pessoa e também em Natal. Na época, o maior trabalho foi convencer empresários do sul e sudeste do país que o mercado do Nordeste estava em expansão para um evento multisetorial. Com uma pesquisa de mercado embaixo do braço e a visão de que havia ausência de grandes eventos nas Capitais menores, Martinez venceu o primeiro desafio.

Foi em Camboriú que conheceu a esposa Jucélia Rocha, hoje o braço direito em todos os negócios que empreende. Junto com ela, em 1992, fundou a empresa promotora de eventos que em 1995 realizou a primeira edição da Multifeira Brasil Mostra Brasil em João Pessoa e também em Natal. Na época, o maior trabalho foi convencer empresários do sul e sudeste do país que o mercado do Nordeste estava em expansão para um evento multisetorial. Com uma pesquisa de mercado embaixo do braço e a visão de que havia ausência de grandes eventos nas Capitais menores, Martinez venceu o primeiro desafio.

Por acreditar na Paraíba e contribuir para a geração de emprego e renda no Estado, o empresário ganhou o reconhecimento da Câmara Municipal e em 2007 recebeu o título de cidadão pessoense. No discurso que fez na época, ele deixou claro já se considerar um pessoense por escolher todos os anos comemorar o seu aniversário durante a Multifeira Brasil Mostra Brasil. Grato a parceiros importantes e, principalmente, ao apoio da família e da esposa, Martinez encerrou com palavras que agora se transformam em realidade: “Vou continuar sonhando. Eu não desisto, acredito neles. Já posso ver uma outra Brasil Mostra Brasil, aquela do futuro Centro de Convenções”. E o futuro chegou.

CONFIRA UM POUCO DO QUE O EVENTO JÁ COMPARTILHOU COM O PÚBLICO:

2018

Edição marcada pelos 15 anos do projeto Família Brasil Mostra Brasil, espaço infantil que de forma gratuita acolhe as crianças para brincadeiras com temáticas educativas. Foi também ano do lançamento da grife Rota do Sol que ofereceu como brinde aos clientes da marca sobrevôo de helicóptero. Foi ainda espaço para a dança de Salão e lançamento da edição Nordeste do projeto Gafeira Brasil. 

2017

Edição marcada pela presença do Robozão de mais de dois metros de altura. Levado pelo Lojão Rio do Peixe, agitou o público dançando ao som de hits musicais. Foi o ano da estreia do Water Ball, uma atração que permitiu as crianças flutuarem numa piscina dentro de uma bola inflável. Na área de utilidades domestica o destaque ficou por conta do Crock Potato, uma pequena peca de plástico utilizada para fazer chips de batatas.

2016

Ano dos jogos olímpicos e paralímpicos, a BMB trouxe o Carro oficial dos jogos para exposição no evento, o Nissan Kicks, além de Uma réplica da tocha olímpica utilizada pelo público para fotografias. Também houve o lançamento de uma tecnologia para segurança e controle no uso de veículos, através de um aplicativo de celular. Na área de tecnologia também se destacou o óculos de massagem facial capaz de eliminar fadiga nos músculos dos olhos e da cabeça, além de um Filtro Capacitativo para proteção de equipamentos eletrônicos contra sobrecargas e redução de gastos com energia.

2015

A edição comemorativa dos 21 anos, tendo como novidade a presença da Unidade Itinerante de Treinamento Avançado de Tiro da Acadepol. Chamou a atenção também o ‘Tuk Tuk’, um triciclo adaptado com uma cabine para dois passageiros ou com uma estrutura para cargas para pequenos negócios. BMB teve ainda o Show de Imóveis, área com lançamentos de construtoras e imobiliárias atendendo a perfis variados de consumidores no mercado imobiliário.

2014

Nos 20 anos da BMB, o público foi presenteado com os sorteios de um veículo 0km e de um caminhão de prêmios. Também marcaram a volta do Salão de Animais e o evento esportivo que elegeu representantes brasileiros para a Copa Internacional de Fitness.

2013

A principal novidade foi a mudança de lugar. A Multifeira passou a acontecer no novo Centro de Convenções de João Pessoa. O Lojão do Rio do Peixe apostou nesse novo formato e passou a ser âncora, dando maior visibilidade a marca na Capital. A exposição de barcos no evento e ampliação do espaço da Mostra Militar também foram destaque.

2012

Um dos destaques da 18ª versão foi a presença da Casa das Cucas, uma padaria ao vivo que fabricou um bolo pão de origem alemã e muito servido no Sul do Brasil, além de outras guloseimas. Na área de cosmetologia, a marca Bio Extratus levou um Caminhão Instituto de Beleza. Como lançamento, a empresa Cicler mostrou motores e bicicletas motorizadas, além de acessórios diferenciados para ciclistas.

2011

Mantendo a tradição de sempre lançar produtos novos no mercado paraibano, a BMB trouxe as camisetas com LED’s iluminadas, coloridas e sensíveis ao som. Também estavam expostos produtos diferenciados como lingerie perfumada, quadros em 3D e linha de mesas com dupla função: para refeições e para lazer, se transformando em mesas especiais para jogos.

2010

A BMB inova a traz a Mostra de Noivas e a Moda de Pernambuco. No espaço para noivas, a ousadia foi realizar um casamento completo em pleno estande da feira. Os noivos foram sorteados a partir de interessados que visitaram o espaço onde diversos serviços para casamentos eram apresentados. Na Pernambuco Mostra Negócios, o destaque foi a Vitrine Viva, um cubo de vidro com modelos de verdade mostrando a moda pernambucana.

2009

Brasil Mostra Brasil completa 15 anos de sucesso e para comemorar sorteia um caminhão de prêmios entre os cupons de visitantes, além de cinco motos. O evento foi marcado também por diversas atrações culturais.

2008

Salão Internacional de Artesanato é ampliado; lançados os pratos antidengue para plantas e o produto para combate de pragas domésticas como formigas; Soutien fashion é lançado e atrai atenção da mulherada; produtos personalizados conquistam visitantes e 11 instituições recebem doações de alimentos da BMB.

2007

Salão Internacional de Artesanato estreia na Multifeira; Lançado serviço de monitoramento remoto de câmeras através da Internet ou por celular; O Programa Municipal de Apoio aos Pequenos Negócios (Empreender-JP) leva 30 beneficiados para expor seus negócios.

2006

Exército Brasileiro participa pela primeira vez da BMB; Confraria das Amigas do Vinho monta espaço inesquecível para degustação da bebida; Multifeira recebe a visita dos principais candidatos às eleições majoritárias na Paraíba.

2005

Multifeira sorteia um Carro 0km entre os visitantes e apresenta equipamento que adapta motor de carros à tecnologia Flex; Sex shop participa pela primeira vez do evento; Zenitram Montagens é criada na Paraíba e estreia deixando BMB pronta cinco dias antes da abertura do evento.

2004

Visita marcante de Mirella Santos, na época Playmate e Miss Playboy TV Brasil; Veículos antigos e feira de antiguidades marcam presença nos 10 anos da BMB; São apresentadas as famosas panelas de titânio; BMB destina patê da doação de alimentos aos desabrigados de Alagoa Grande e Mulungú, vítimas da tragédia de Camará.

2003

Brasil Mostra Brasil traz o carro de Fórmula 1, avaliado em mais de R$ 1 milhão, modelo pilotado pelo brasileiro Cristiano da Mata; imobiliárias expõem lançamentos com preços promocionais planejados para o evento no I Salão de Imóveis. A moda Goiana e artesanato pantaneiro se fizeram presentes. Parte da arrecadação de alimentos na feira vai para o programa Fome Zero.

2002

Presença de 50 artesãos do Rio Grande do Norte expondo e promovendo oficinas. Produtos de movelaria da Bahia em pedra e vidro chamaram a atenção de pelo trabalho semi artesanal tipo exportação.

2001

Salão de Veículo lança carro com tecnologia híbrida (bateria elétrica e gasolina); Houve ainda lançamento de produtos como o filtro que corrige oscilação de energia elétrica e do aparelho que consegue retirar ar do encanamento reduzindo o consumo de água.

2000

Realização do I torneio de Surf Mecânico com o apoio da Federação Paraibana de Surf; último ano do Shopping da Informática e lançamento de um produto de virou febre entre as donas de casa: um prato de bolo antiformiga.

1999

O turismo de aventura invade a Multifeira com a demonstração da prática do Rapel. Ano em que o Salão de Veículos é consolidado a partir de dois lançamentos: os Iates vindos do Paraná e o lançamento mundial de um caminhão de marca internacional. Foi feito direto da Europa com transmissão simultânea via Internet e, por vários dias, o veiculo ficou coberto com lona preta até o momento do evento.

1998

A Feira abre espaço para o Construshow reunindo diversos expositores do segmento da construção civil e lança também o projeto ‘O Mundo é das Crianças’ que em parceria com a secretaria de educação levou um circo para área externa do estacionamento e ocupou o teatro de Arena com atividades para estudantes.

1997

1º Salão dos Automóveis, que permitiu lançamento de veículos de diversas concessionárias; lançamento do Gás Natural Veicular; as ‘loucuras’ do Salão dos Inventores; o início de dois projetos esportivos que permaneceram no evento até 2002: o Meeting de Aeróbica e Dança e a Copa de Karatê e ainda o 1º Shopping da Informática.

1996

O Mundo de Manaus volta a Multifeira lançando diversos produtos ainda inexistentes na Paraíba em calçados, eletroeletrônicos, além das ânforas Chinesas da Dinastia Ming.

1995

Começa a Brasil Mostra Brasil em João Pessoa, com 2000m2 trazendo o Mundo de Manaus, um projeto em que os produtores traziam produtos fabricados na zona franca e com os mesmos preços comercializados em Manaus.